Fim de 2013...

                                              Com a avó, em plena conversa

E porque hoje foi dia de balanço geral do ano, há algumas coisas boas que gostava de partilhar.
Da parte cognitiva: 
- grandes melhorias ao nivel da atenção e concentração,
- fazemos sistemáticamente o teste do sim e do não e acerta sempre e consegue dizer o que quer. 
- claramente o Sim e Não com a cabeça está devidamente enraizado com tudo o que lhe perguntamos. O Não por vezes sai com um som mas é uma coisa não adquirida e por isso ainda não dá para contar com ela.
- iniciámos há poucos dias um caderno de comunicação com fotografias das actividades das terapias e alguns "desejos" que possa ter no momento das terapias. Escolhe tudo o que faz e o que come lá.
- penso que está numa fase em que se consegue fazer entender destas formas básicas, as pessoas mais próximas também o conseguem perceber e ele sente-se muito feliz. E por isso faz muito menos birras. Efectivamente a comunicação é (quase) tudo!

Em termos de saúde:
- estamos a meio do Inverno e nada de gripes, otites ou outras porcarias respiratórias! 
- as crises de epilepsia também não têm aparecido.

Na parte fisica:
- maior alinhamento, mais força de tronco e pernas mais fechadas,
- mais tempo sentado e o braço esquerdo começa a ajudar (o direito já ajudava),
- mais movimentos de pernas. Todos os dias tem testado o novo andarilho e adora, dá imensos passos, sejam verdadeiros passos com um pé a seguir ao outro, seja através do uso do padrão (que não interessa! o que interessa é que se movimenta e gosta).

Na alimentação:
- só comia pastoso e com a nova terapeuta (que só trabalha a alimentação quase todos os dias) passou a comer pão e todos os dias come parte da alimentação em sólidos. Com os liquidos também passou a beber sem se engasgar, o que é um passo ENOOOORME!
 
Na vida amorosa, 
- antes só tinha a namorada L., passou a ter a M.I. (claro, a fazer menos birras as miúdas andam atrás dele!)

E assim fica o ano de 2013 para trás e que o 2014 nos sorria com mais alegrias e vitórias. 
Claro, é o que desejo a todos os meninos que por um motivo ou outro são diferentes e trabalham todos os dias para a sua reabilitação.

Tudo isto agradeço muito a todos os técnicos com quem o Quico trabalha, que são excelentes profissionais, à minha mãe que tem dado uma ajuda que sem ela não era possivel o Quico ir às terapias enquanto estou grávida, e em especial à fisioterapeuta Marta Reis, minha querida sócia, que se desdobra para me ajudar nesta fase, e a quem nunca vi uma cara de desânimo ou desistência.


Feliz 2014.

SA

 

Comentários

Mensagens populares deste blogue

O Grande Papa e o não menos grande Quico

Shot de Limão - como se faz

O blogue fecha esta página