De volta ao príncipio: terapia cubana

Hoje dei por mim a pensar: será que é mesmo verdade que, por mais voltas que a vida dê, voltamos sempre ao ponto de partida?

Quando o Quico tinha um ano, estive em Cuba a fazer terapia, experiência que não aconselho a ninguém, mas vim de lá a gostar muito do método de reabilitação integral e intensivo.
A partir daí, e até há 3 anos atrás, mais ou menos, fizemos terapia cubana. Em 2012, com a clinica Love4Kids e a vontade de experimentar novas terapias, e por outras circunstâncias relacionadas com a terapeuta, não continuámos.

Hoje voltámos. E espero que seja para continuar. Continuo a gostar do trabalho dos terapeutas cubanos, claro, desde que seja feito de uma forma sistemática e intensiva. E o Quico parecia que tinha saudades! Estava super contente e "conversador"!




Sara 
 

Comentários

  1. Há que aproveitar a alegrias e as saudades para que tudo resulte ao máximo!!!!
    Tantos os beijinhos, como os desejos de que tudo corra muuuuuiiiito bem! <3

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

O Grande Papa e o não menos grande Quico

Shot de Limão - como se faz

O blogue fecha esta página