Quando levas para casa um bebé que não era o que esperavas

Olá.

Seja porque através da internet os pais vêm dar com o blogue do Quico, seja porque alguém que me conhece acaba por dar o meu contacto, ou porque alguém lhes falou do caso do Quico ou algum terapeuta diz para falar comigo, vou falando com muitas mães que começam esta "jornada" de ter um filho com necessidades especiais...

Há uns meses, uma mãe que nos descobriu através do blogue, escreveu-me porque tinha entrado neste barco há pouco tempo e estava "sem norte". A sua filha, Olivia, tinha acabado de nascer, quase no mesmo tempo da minha filha mais nova, a Teresinha. Disponibilizei-me para falar com ela como ela quisesse (às vezes os pais preferem falar só por e-mail, outras vezes preferem encontrar-se ou falar por telefone) e rapidamente acabámos por nos encontrar pessoalmente, até porque somos quase vizinhas.

Porque sim (ou porque não) tive desde logo uma grande afinidade com a B. É muito parecida comigo, procura e procura, revira, pensa em tudo mil vezes e foi ela que me inspirou a escrever este texto. 
Espero que gostem: Quando levas para casa um bebe que não era o que esperavas  

Sara  

Comentários

Mensagens populares deste blogue

O Grande Papa e o não menos grande Quico

Shot de Limão - como se faz

O blogue fecha esta página