O GRID, a comunicação alternativa, os meios...

Já há uns meses que comprámos o programa de Comunicação Alternativa GRID e temos estado na fase inicial de introduzir conceitos, testar manipulos, fazer exercicios de causa-efeito.
Confesso que tem sido um trabalho exclusivo da terapeuta da fala, 1x por semana, o que não é nada se depois não dermos continuidade.
E porque a fisioterapia e a Comunicação Alternativa são a prioridade, resolvi começar a investir o meu tempo então na comunicação.
Na verdade, o Francisco vai para a primária daqui a 1 ano e meio e se não vai ter forma de comunicar não sei como vai ser. Por isso, para além da fisioterapia a prioridade tem mesmo que ser comunicar!!!!!
Já conseguimos perceber muitas vezes o SIM e NÃO com a cabeça, embora eu perceba por sinais mínimos, enquanto outras pessoas ficam à espera do perfeito sim e não com a cabeça. (!!!)
Também percebemos que o Francisco entende muitos conceitos e imagens.
E assim resolvi arregaçar as mangas e fazer as grelhas do Grid que acho que neste momento são as mais importantes e insistir nelas!
São muito chatas de fazer e tenho passado noites a fazer, mas, como boa auto-didacta que sou, já estão as principais e acababei de as passar para o Ipad.
 Fiz grelhas para: "eu choro porque", "eu quero" (dormir, beber, beber o quê, sanita, fazer o que na sanita, brincar, etc), "eu tenho" (frio, dor, dor onde, etc) e "eu estou" (com saudades, contente, triste).





Tenho pensado no melhor meio de utilizar, porque o Francisco já interiorizou o "carregar", mas o braço não tem ângulo suficiente para levantar ao Ipad, que por sua vez, graças à "cegueira cortical" tem que estar acima do nivel dos olhos. 
O computador, mesmo que portátil, não é fácil de levar para lugar nenhum para que se torne um meio efectivo de comunicação, e ainda tem o mesmo problema que tem que estar acima do nivel dos olhos. 
Ah, o Ipad não faz varrimento (imagens que vão passando com reforço auditivo para que a criança carregue quando ouvir a tecla que quer), tem que se mandar vir de fora um switch wireless mais adaptador. 
Ai que canseira de tantos inconvenientes...
Mas parece que não me resta nenhuma opção, se não comprar um tablet com windows e ligar lá um switch...
Tenho adiado esta decisão porque um tablet com windows cust 800€ e nunca sabemos se vai dar certo ou não. Mas se não tornamos a comunicação simples e prática, então é que nunca vai haver... 
Não sei bem como é que os outros pais resolvem... Se calhar não são tão complicados como eu, mas se calhar não têm tantos problemas para resolver para uma coisa só: ouve bem, vê mal, tem pouca atenção, foge o olhar e só vê do nivel dos olhos para cima, não levanta os braços, mas carrega... Enfim...
Ainda que não seja perfeito, vamos ver como avançamos com estas grelhas no Ipad, pode ser que até não corra mal e me anime para comprar o tablet que se perspectiva mais eficaz...
Sara 

  

Comentários

Mensagens populares deste blogue

O Grande Papa e o não menos grande Quico

Shot de Limão - como se faz

O blogue fecha esta página