O Q. nasceu em Lisboa em 30 de Abril de 2008 e é um menino muito especial.

E é por ser especial que desde o primeiro dia que trabalha muito, que procuramos soluções, alternativas, pesquisamos, falamos e temos muita ESPERANÇA que um dia faça tudo o que os outros meninos fazem.

Por ser assim, te amamos e POR TI, Q. tudo fazemos.

quarta-feira, 22 de maio de 2013

Morreu Glenn Doman...

Morreu Glenn Doman...
Não sei como descrever este sentimento: alguém que não conhecemos de lado de nenhum e admiramos profundamente por aquilo que fez pelas crianças com lesões cerebrais pelo mundo inteiro. Sinto como se ele fosse o meu "Deus", que me fez acreditar que o Quico podia ser diferente, que me manteve a esperança na recuperação, que me fez trabalhar mas que fez o Quico melhorar em muitos aspectos. Ele mantinha viva a esperança de um dia ir aos IAHP.
O seu livro mantém-se a minha Biblia de mesa de cabeceira!
Tenho pena, muita pena de não fazer o programa Doman, mas como ele sempre disse: há possiblidade de fazer o programa em qualquer altura.
No mundo da reabilitação, é e será o meu Guru!
Pena que não se tenha ouvido falar disto... do homem que desde os anos 50 trabalha na estimulação multi-sensorial para recuperar crianças com lesões cerebrais... Pena que não tenha conseguido passar os seus ensinamentos de uma forma positiva para que crianças do mundo inteiro pudessem beneficiar a sério do seu método: o método de Doman!
Mais sobre ele: https://iahp.org/
Sara 

quinta-feira, 9 de maio de 2013

À minha querida amiga terapeuta I.

Hoje recebi uma mensagem de amizade muito querida de uma pessoa que foi talvez a minha primeira amizade neste mundo do Quico.
Não vou transcrever nem falar sobre a mensagem, mas sim falar da minha relação com essa pessoa.
Quando o Quico tinha 1 ano rumamos 3 meses para o Algarve, para o CMRSul em São Brás de Alportel. Quem conhece sabe que é uma realidade completamente oposta a uma Vilamoura. É uma terrinha pequena, onde as compras se fazem no mercado, em que a casa que aluguei era no campo a 3km de São Brás, não há "Mangos" nem "Zaras".
E aí ficava durante toda a semana com o Quico, os 2, e diáriamente faziamos terapia no CMRSul.
Inevitavelmente, quando nada se sabe sobre a deficiência, a neuroplasticidade, a fisioterapia, quando a maternidade é diferente, e quando se está sozinha, a nossa melhor amiga torna-se a terapeuta! 
Quando viemos embora, essa terapeuta continuou sempre a ser a terapeuta virtual do Quico, a quem eu sempre fiz perguntas, pedi opiniões e quis arrastar para Lisboa (sem ter conseguido nada...). Mas mais do que isso, tornou-se uma amiga, do coração, por quem eu tenho a maior estima e admiração pela coragem de trabalhar com tanto profissionalismo e humanidade, pela amizade que nos une.
Sei que contribuí um bocadinho para a sua visão das familias e continuo a ser sua amiga. Mais não fiz por ela. 
Mas ela por mim, tem demonstrado sempre a sua amizade, está sempre disponível, ajudou-me a entender muitas coisas e aceitar o que me estava a acontecer, ensinou-me a realidade.
Obrigada terapeuta I. pela sua amizade. Era apenas o que queria deixar aqui...
Sara  


 

Luvas DMO

Hoje começámos a usar as novas luvas DMO.
Obrigada à Madrinha, que contribui com uma parte como presente de anos!
São de facto dificeis de por (pelos menos nas primeiras vezes e até terem forma, devem ser sempre precisas 2 pessoas para as calçar) e foram MUUUUUUUITO caras.
Mas depois de 1hora de utilização, já sem as luvas aconteceu o espantoso feito de uma das mãos ir "coçar" a cabeça.
É por isso que não desistimos de ti!  
*pena que com tanto entusiasmo nos esquecemos de tirar fotografia...
Sara